História

Muitos anos se passaram desde 08 de Março de 1979, quando homens determinados fizeram nascer esta obra que hoje é referência de Associação Portuguesa entre as entidades Luso-Brasileiras. A grande característica do homem português: a determinação em não enjeitar os esforços necessários à realização do que deseja foi fator preponderante à construção de nosso clube. Tal determinação, que muitos preferem chamar de fé, que, somada à de todos que compõem nosso povo, fez a Nação que somos hoje, constituída por continentes, distribuída por raças diversas.

Assim, o Arouca São Paulo Clube, começava a nascer em Setembro de 1978, na casa do Comendador José Soares Ferreira, fundador numero um e também o primeiro Presidente de nossa associação. A ideia da criação de um clube veio à tona quando da visita do Sr. Jerónimo Correia, pai de outro sócio fundador deste clube, o Sr. Joaquim Correia.
Começava ali então, um trabalho de perseverança e determinação, com a criação de uma comissão instaladora, representativa de todas as vinte freguesias do Concelho de Arouca, buscando-se a efetiva representatividade e o fortalecimento de todos os naturais dessa região. A comissão foi constituída por Armando Gomes Ferreira, Joaquim Correia dos Santos, Frederico Vasconcelos Maia, Manuel Almeida, Artur Andrade Pinto e o próprio José Soares Ferreira, grande condutor desse processo de criação. A referida comissão teve a inestimável ajuda de António José Branquinha (In Memorian) e Constantino Brandão (In Memorian), sendo posteriormente alargada para 24 homens, que desenvolveram os trabalhos, num autêntico mutirão, até que no dia 08 de Março de 1979, nascia o jovem Arouca São Paulo Clube.

O clube é resultado do esforço de homens simples, que souberam fazer por Portugal e pela sua região Arouca, sem medir sacrifícios, querendo dar vazão à vontade de engrandecer a terra onde nasceram e a Pátria que os recebeu. Um clube onde se pudessem reunir os naturais de Arouca animava-lhes a idéia. Assim, o Arouca São Paulo Clube foi crescendo, superando as próprias expectativas iniciais, ficando notabilizado pela incrível capacidade de mobilização dos seus integrantes, que se faziam e fazem presentes em todos os eventos da comunidade.

Em Setembro de 1979, a sede própria era uma realidade, através da assinatura de um compromisso particular assinado por José Soares Ferreira, Frederico Vasconcelos Maia, António Cabral, Artur Andrade Pinto, efetivando-se a compra de uma área de 30.000 metros quadrados, tendo nos dias de hoje sido agrupada com mais de 6.000 metros quadrados, onde foram realizadas edificações que hoje outorgam ao Arouca São Paulo Clube a inquestionável condição de uma das mais fortalecidas associação portuguesas no Brasil e no mundo.

O fator preponderante nesse crescimento foi a união entre a gente arouquense e simpatizantes que, apoiando esta diretoria e seus projetos, fortalecem as fileiras que atingiram tamanho desenvolvimento desta obra.